Roberto Thompson de Carvalho (1936-1991)


thompson2
Roberto Thompson de Carvalho (1936-1991)

O Bel. Meu amigo que ficou para sempre, com quem discutia geologias e metafísicas magníficas. Que falta que você faz!

Companheiro de bares e geologia de campo. Mapeamos juntos a folha Cristalina, Goiaz, em 1969, quando descobrimos o primeiro indício de glaciação precambriana no Centro-Oeste brasileiro. Identificamos alí o que definimos como Formação Topázios, com seus seixos facetados, estrias e varvitos. Nossa publicação foi um sucesso, lembra? E lembra do dia da descoberta? Era em julho, e nós com metade do corpo dentro da água congelante do córrego Topázios para coletar as melhores amostras. A emoção e a cachaça foram os melhores cobertores.

Pois eu estou sempre me lembrando de sua frase rotineira, repetida alí, naquele dia mágico: repetida alí, naquele dia mágico:
“ – Com o peito em festa e o coração a gargalhar”
, que era seguida de uma gargalhada contida, ritmada, discreta, gutural, meio irônica, inimitável.

Em maio de 1991 você parou de gargalhar. Na noite em que regressei de trabalhos no Leste Europeu,  após 3 mese fora, a sua morte me esperava (*). Embrulhou-se em um cobertor e, já deitado, se deu um tiro certeiro. Ao lado um bilhete “ – Meu corpo não tem mais lugar para meu espírito”. Antes que esse espírito enorme lhe explodisse, você se antecipou. E nesse dia eu morri um pouco e muito.

John Keats lhe envia esse verso de encomenda “My Mind has been the most discontented and restless one that ever was put into a body too small for it. 

***  *** ***

(*) Foi uma noite terrível. Ao  chegar do aeroporto, tarde da noite, recebi a notícia por telefone. Era Alfredo Epstein, amigo comum e muito chegado ao Thompson. Ele me contou do bilhete. Ao desligar, ainda aturdido, minha mulher iniciou o que viria a ser uma crise de peritonite. Uma semana de hospital, ela fora de perigo, e tive que viajar novamente. 

(**) Genealogia da família do Bel:

Roberto Thompson de Carvalho (n. 20/06/1936 e fal. 24/05/1991), filho de Arilno Thompson de Carvalho e Maria Carolina de Carvalho, Casou em 9/01/1960 com Regina Lúcia Buarque da Cunha, n. 13/10/1939, Barra do Piraí, RJ. São pais de:

1) Juarez Thompson de Carvalho, n. 13/12/1954, RJ, casado em 1990, RJ, com Iracilda Marvila, n. 1962, filha de Antonio Porto Marvila e Iraci Figueiredo Marvila. Pais de: Helena Marvila Thompson, n. 16/04/1990, RJ e Natália, n. 20/09/2003.

2) Mathilde Thompson de Carvalho, n. 24/04/1962, RJ, mãe de Julya, n. 1994.

3) Andréa Thompson de Carvalho
, n. 7/10/1960, RJ, casada. em 1982, RJ, com Marcos Landeira de Oliveira, filho de Máximo de Oliveira e Gertrudes Landeira de Oliveira. Pais de Pedro Thompson Landeira de Oliveira n. 27/10/1984, RJ

4)
Dulce Thompson de Carvalho,  n.18.07.1963, Rio de Janeiro, RJ. Casada, Rio de Janeiro com Mauricio  S. de L. Pedrosa , n. 26.04.1956, Rio de Janeiro. Filho de Eugenio Pedrosa e Lucila Pedrosa . Pais de Sacha Thompson de Carvalho, n. 29.10.1990, Rio de Janeiro, RJ, e Lucila Thompson de Carvalho, n.20.05.1998, Rio de Janeiro.


5) Arilno Thompson de Carvalho Neto (09/01/1966), casado com Ana Cristina de Medeiros Thompson n, 10/11/1968, filha de Raimundo Bezerra de Medeiros, Eng. de Minas, e Alice de Dantas de Medeiros. Pai de Tiago de Medeiros Thompson n. 17/07/1988.






Regina
Regina Thompson




Regina & netos
Regina e netos




Mathilde & Julya
Mathilde e Julya




Andrea
Andrea



Arilno, Ana Cristina e Tiago
Arilno e Familia




Dulce
FOTO DULCE 12



Sacha
Sacha Thompson




Helena
Helena Thompson

17 comentários:

Anônimo disse...

Luiz Alfredo, obrigada por esta linda homenagem feita a meu pai. Estou muito emocionada , espero que vc lembre de mim, sou a Mathilde. Meu email é: Mathilde_thompson@hot mail.com. Te amo e se encontrar o Tio Alfredo (Epstein) diga que sinto saudades.Bjs e mais uma vez obrigada, Mathilde Thompson

Luis Alfredo disse...

É claro que me lembro de você!
Fiquei muito contente ao saber que vc lera minha homenagem ao seu pai. Há
mais de 6 meses procuro algum contato com vcs.
Como achou o blog? Qual o mail de sua mãe? E sua irmã?
O mail do Epstein é aepstein@terra.com.br
Mande notícias, onde mora, o que tem feito, etc,
Mande umas fotografias da Regina e de cada um de vcs, pois quero inserí-las no Blog.
O MAIL QUE VC INDICOU NÃO FUNCIONA
Beijo grande

Luis Alfredo disse...

Mathilde, meu email:
lamoutinho@gmail.com
(O seu mail não está OK)

Anônimo disse...

Oi Luis Alfredo, meu nome é Arilno Thompson de Carvalho Neto, sou o filho mais novo. Fiquei muito emocionado com esta linda homenagem a papai. Muito obrigado pelo o carinho.Enviarei fotos.

Luis Alfredo disse...

Caro Arilno, já corrigi seu nome (com Neto). Mande seu email, foto, data do nascimento. Abs

Anônimo disse...

Fico muito feliz em ler algo que fala do Roberto Thompson, pessoa tão admirada, inteligente como poucos, dedicado, atleta, parceiro, e um grande sogro. O Bel, foi um cara que deu ao meu filho uma criação magnífica,colocando o Pedro no topo dos bens sucedidos deste país.
Mais uma vez agradeço por constar meu nome neste blog na página do Bel.
abraços a todos

Marcos Landeira
marcoslandeira@terra.com.br

Anônimo disse...

Querido Luis Alfredo,
Ao ler esta linda homenagem sentí de forma muita intensa a presença de meu pai. Assim como voce, sinto muita falta das maravilhosas conversas metafisicas que tínhamos que,ainda hoje, me situam nesta curta e mágica existência.
Um beijo grande, Andrea.

Anônimo disse...

Querido Luiz Alfredo,
Esta linda homenagem ao Bel me emociona muito. Como amiga da família Thompson desde 1970, fico feliz de lembrar de quem sempre nos inspirou e, cujo esprírito, maior do que qualquer corpo, continuará sempre a nos influenciar.
Valéria Gama

Anônimo disse...

Caro Luiz Alfredo,

Como nora que gostava muito do Bel, e acho, que também era muito querida por ele, fico orgulhosa em prestar aqui minha homenagem a um sogro tão querido. Ainda bem que pude curtir uma fase muito bacana junto a ele e a família Thompson, a qual faço parte hoje. Ana Cristina M. Thompson

Luis Alfredo disse...

Querida Andrea
Quando puder, envie seu mail para
lamoutinho@gmail.com
Grande beijo

Anônimo disse...

Luiz Alfredo,achei muito bonito sua demonstração de amizade ao meu sogro, o período que convivi com ele pude perceber o quanto era querido, admirado e respeitado por todas as pessoas que tiveram o prazer de conhecê-lo.Sou muito feliz por fazer parte da família Thompson de Carvalho.Um abraço. Iracilda Marvila Thompson (nora).

Anônimo disse...

Caro Luis Alfredo
Meu nome é Juarez,sou o filho mais velho do Bel,quero te agradecer e muito por suas palavras, pela amizade e pelos seus sentimentos em relação a ele.Sinto muito a falta de meu pai, principalmente pelo fato dele não ter convivido com as minhas filhas ( a mais velha tinha um ano quando ele faleceu).A título de retificação, meu casamento foi em 1990. Minha mulher, Iracilda, nasceu em 1962 e tenho outra filha, Natália,nascida em 20/09/2003. Um grande abraço e parabéns pelo blog.

Anônimo disse...

Luis Alfredo
Não sei se vc lembrou, mais ontem (20 de junho) foi o aniversário do papai. Fui mandar boa noite para você, mas estava tão perturbada que mandei para o meu endereço.E eu não tinha bebido nada!!!!
Beijos
Mathilde

Luis Alfredo disse...

Mathilde querida,
Não, nunca me lembrei do aniversário do Bel, mas lembrava-me sempre da morte. Um dia a lembrança foi tão viva, que eu tentei ressucitá-lo através das palavras. Comecei a escrever e foi uma viagem com seu pai ao passado. A partir de então, passei a me recordar dele vivo, e de como ele era vivaz.
Sinto sua ausência e saudades e, o que é estranho, também sua presença.
Beijos

Luis Alfredo disse...

Prezado Juarez,
Lembro-me muito bem de você. As retificações foram feitas. Qunado puder envie fotos sua e de sua família para LAmoutinho@gmail.com
Forte abraço

Luis Alfredo disse...

Prezados Marcos Landeira, Valéria, Ana Cristina e Iralcida. Fico muito satisfeito em saber que o Bel era tão querido por vocês. Se puderem enviem fotos para LAmoutinho@gmail.com
Forte abraço

GOMES disse...

Tive a oportunidade de conhecer o Roberto e a Regina, organizei algumas viagens a New York para o casal, e aprendi a admira-lo e a gostar do Thompsom (assim chamava).
S passaram 22 anos e eventualmente lembro do amigo. Fica na PAZ e com DEUS amigo, olhe por nós, Amém!